Tratados como gado!

Terminal Cidade Jardim as 6:30 da tarde!

Ontem começou a valer a restrição dos fretados em SP (ZMRF) e algumas coisas não aparecerem na TV. Porque será?

Como sou usuário do fretado há cinco anos posso dizer, com toda certeza, nunca me senti tão humilhado como ontem. Pago do meu bolso, um valor relativamente alto, para ter um padrão de conforto, que nem de longe é oferecido a população de SP. Não me importo em ter que desembarcar na Cidade Jardim, agora ter que ficar disputando lugar num canteiro enlameado para chegar as 9:30 da noite em casa, isso é ser tratado realmente como gado.

Acha exagero, pois bem, vou relacionar os fatos ocorridos ontem no meu trajeto do trabalho na Av. Nove de Julho até meu destino final que é a cidade de Jundiaí, para você entender o que estou dizendo:

  1. Centenas de pessoas, por volta das 5h ficaram amontoadas em um canteiro, suposto “bolsão’, que tem aproximadamente uns 100m de extensão. Para ter uma idéia, três ônibus parados já lotam o “bolsão”, que mais parece uma saco linha.
  2. A quantidade de pessoas que estavam ali, realmente era insana. Para o embarque no ônibus os passageiros precisavam se expremer uns nos outros para poder entrar no ônibus. Várias pessoas perderam seus fretados e tiveram que ir de táxi até o terminal do Tietê para ir embora.
  3. Ouve um assalto a uma garota embaixo da passarela que dá acesso a este ponto.
  4. Mesmo depois de embarcar, pude perceber que não paravam de chegar pessoas, para pegar os outros fretados que estavam por chegar.
  5. Seguimos nosso destino até o outro “bolsão” no Sumaré, passando próximo ao terminal Barra Funda onde filas de mais de sessenta ônibus se formavam travando todo trânsito naquele local.
  6. A situação no Sumaré era ainda pior. O “bolsão” fica na acostamento da ponte acima do terminal de metrô Sumaré que é estava completamente empossada com a chuva.
  7. Duas pessoas caíram em um buraco, isso mesmo, um buraco na ponte, que depois foi sinalizado pelo pessoal da CET.
  8. Os passageiros embarcavam até no meio da rua, formando uma fila dupla de fretados. Imagine isto acontecendo quando o período letivo voltar.
  9. Ficamos congestionados por mais de 40 minutos para poder pegar a Marginal do Tietê e seguirmos para Jundiaí.

Pelo rádio e TVs portáteis, ouvimos e vimos o pessoal da CET falando que a situação estava sob controle. O que eles se esqueceram de dizer é que, para cada bolsão, havia mais ou menos uns seis funcionários fiscalizando e dando liberdade para várias infrações como: fila dupla, bloqueio do tráfego, paradas proibidas entre outras coisas. Será que teremos esses “santos”, o ano inteiro nos bolsões para absolver e proteger nossas infrações.

A mídia esta se lixando para um problema que, está só começando em São Paulo. Mas o que mais me preocupa mesmo, é o fato das pessoas que, não utilizam o serviço, estarem completamente desinformadas a respeito do que está acontecendo. Muitos só sabem através da televisão que, parece estar de acordo com o Prefeito. Todas as reportagens que assisti, falam que está sendo ótimo e colocando os usuários na posição de culpados. 

Se estivesse tudo as mil maravilhas, o secretário dos transportes, Alexandre Moraes, não teria que sair às pressas ontem do terminal Imigrantes para não ser linchado. O motivo? Uma fila que saia porta afora do terminal, que todos tinham que pegar, apenas para comprar o bilhete!

Você acha realmente que um executivo que, trabalha no Morumbi, iria querer agredir o secretário se a situação estivesse boa? Enfim…

È por isso que levanto a campanha: Eu ia de fretado, hoje disputo com você!

Junte-se ao nosso protesto!

Anúncios

2 Respostas para “Tratados como gado!

  1. Pois ééé, estou no mesmo barco que vc, meu amigo.
    Ontem no metrô Santos-Imigrantes estava um caos por volta das 17:30, às 19 horas piorou, teve manifestação, e pelo que fiquei sabendo, o fretado que alguns amigos pegam, saiu 30 min depois do hr combinado.
    Sinceramente, acho que não vai durar muito isso aí…é uma palhaçada, queria ver o Kassab e o tal Alexandre, depois de ter um dia estressante, dormir algumas horas, acordar ás 4:30, pegar o fretado, dormir meia hora a menos pra pegar metrô, e ainda ter que enfrentar fila pra entrar. Sem falar que se chover, o metrô não tem NENHUMA estrutura.

    • Estou divulgando estas informações para todos sem exceção! Creio que agora, os não-usuários de fretados, estão percebendo da pior maneira o que está acontecendo. Estava ouvindo a CBN hoje pela manhã e notei que vários ouvintes (não-usuários) estão reclamando da restrição como está sendo realizada. Vamos ver quanto tempo isso vai durar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s