Serão sobras mesmo?

http://leituragastronomica.wordpress.com

A geladeira pode ser o lar de vários rangos esquecidos de um dia para o outro e que quase sempre se não consumidos rapidamente vão para o lixo. Infelizmente o Brasil joga fora aproximadamente 40% da comida que produz. Imagine quantas bocas não estariam comendo com tanto desperdício?

No mundo são produzidas diariamente toneladas de comida em quantidade suficiente para alimentar toda a população do planeta, no entanto a fome mata uma pessoa a cada 3,5 segundos no mundo por não ter acesso a ela.

Acredito que o exemplo começa dentro de casa e é repassado as pessoas ao nosso redor através de nossas atitudes.

Um exemplo claro esta na hora de comprar os alimentos. Hortaliças folhosas são comumente jogadas fora por ficaram muito tempo na geladeira ou guardadas dentro se sua embalagem original. Nessas condições a umidade das folhas é acumulada no plástico e acaba murchando e apodrecendo o alimento.  Isso ocorre também com as frutas e legumes que são levados do supermercado diretamente para a geladeira. Sem contar que a gaveta fica cheia e você acaba nem sabendo se tem lá. Fatalmente quando descobre já é tarde e tem que ir para o lixo…

Uma solução é comprar esses alimentos somente para serem consumidos durante a semana. Dessa forma a geladeria fica sempre em ordem e com menos coisas armazenadas.

Retirar das sacolinhas de mercado e lavar todos os alimentos. somente depois desse processo levar a geladeira. É realmente importante fazer isso porque se guardamos o alimento sujo as bactérias se alastram pela gaveta estragando tudo em questão de dias.

Uso muito potes de sorvete de 1L para guardar as verduras. Forro o fundo do pote com papel absorvente de cozinha e ponho as folhas lavadas e escorridas lá dentro. Deste jeito você pode comer salada sossegado por uma semana sem problema.

Outra coisas que recomendo é que congele as sobras. Assim o alimento pode ser consumido depois sem problemas.

Reinvente a refeição. “O arroz de ontem, vira o bolinho de amanhã”, e por aí vai.

Um exemplo do que estou falando é o que fiz ontem para o jantar. Num refratário eu coloquei o arroz e os legumes cozidos do almoço anterior, com mais uma porção de soja hidratada. Misturei tudo e cobri com purê de batatas e um pouco de queijo ralado. pergunta se sobrou alguma coisa? Nem pro cachorro, se eu tivesse um! rs

Outra forma de desperdício é jogar a casca dos alimentos fora. Além de um perda nutritiva pois a maiorias das vitaminas está concentrada ali, muita coisa poderia ser feita com elas.

Uma batata, se bem lavada, pode ser frita com casca e tudo. Os talos de verduras podem ser transformados em cremes, recheios de tortas e delicisas sopas. O importante é ter criatividade e mente aberta para novos sabores.

Gente, se vocês não tem tempo para isso, arrumem! Não são só os alimentos que estão indo para o lixo, o seu dinheiro também.

Pense nisso!

Anúncios

4 Respostas para “Serão sobras mesmo?

  1. Oi!
    Vi umas postagens tuas no meme, aí achei o blog. Muito legal!
    E gostei dessa matéria pq eu comecei a morar sozinha não faz mto tempo e é uma batalha com essas coisas de cozinha e tal. Acabava indo muita coisa fora mesmo.
    Gostei das tuas dicas!! E vou aplicá-las.

    Ah. Se me permite, quero colocar essa matéria tua no meu blog (que tá abandonado depois que comecei a trabalhar), gosto de juntar umas coisas que acho interessante e qdo dá um tempinho eu posto. Posso??

    Abraço!
    Bibi

    • Em primeiro lugar, obrigado Bibi pelo carinho. Pode publicar sem problema, fique a vontade! Espero que me visite mais vezes, ok?!

      abraço! 🙂

  2. Bom dia!
    De nada. E obrigada tbm, rsr
    Vou visitar sim. rsrs
    Ah eu queria tirar umas dúvidas sobre ser vegetariano, dizem que comem carne de peixe, é verdade? E leite, ovos essas coisas derivadas, ñ tem nada a ver né? A restrição é só a carne ou tem mais algum alimento?

    Abraço!

    • Existem níveis de vegetarianismo, mas em nenhum deles se come qualquer tipo de carne. Eles são:

      Ovolactovegetarianismo (Nenhuma carne, porém consomem ovos, leite e derivados)

      Lactovegetarianismo (Nenhuma carne, porém consomem leite e derivados)

      Ovovegetarianismo (Nenhuma carne, porém consomem ovos)

      Vegetarianismo estrito (Não consomem nenhum alimento ou produto de origem animal. Exemplos: Mel, Leite e derivados, ovos, produtos de couro ou pele, produtos e cosméticos testados em animais e por ai vai)

      Me considero um “Ovolactovegetarianismo light”, pois consumo pouquíssimos alimentos com ovos e leite. Em relação aos produtos de origem animal, sempre evitei comprá-los. Meus únicos “pecados” na vida em relação a isso foram sapatos para eu trabalhar, mas hoje nem isso!

      Espero ter sanado sua dúvida! abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s