Ainda estou anestesiado…

Mesmo após o fim das eleições ainda me sinto assim… Foram vários dias de muitas denuncias, difamações, calunias. Meus olhos e ouvidos não podiam aguentar mais. Porém o resultado final… Esse sim foi uma pedrada na minha cabeça!

Por mais que enalteçam o “trabalho” do presidente “Molusco”, não creio que mais 4 anos de PT sejam benéficos para o Brasil, sinceramente. De qualquer modo, o que venceu foi o Bolsa Família, não a Dilma, então espero que as pessoas que votaram na canditata somente por esse projeto não se arrependam do que fizeram.

Para quem disse que daria a vara para o povo pescar está na verdade dando o peixe frito com molho tártaro e por que não com uma cervejinha que é de praxe do “Presida” né?

Se o atual presidente “Paz e Amor” Lula da Silva, mudou de opnião e fez uso das velhas práticas eleitoreiras, a companheira de armas de José Dirceu também não o fez? Até quando vamos viver de esmolas BRASIL?

QUE DEUS TENHA PIEDADE DE NÓS…

Anúncios

9 Respostas para “Ainda estou anestesiado…

    • Acho sim. Vamos fazer uma análise nas coisas do cotidiano e levantar alguns questionamentos que me levam a pensar isso.

      Se o Brasil é um dos maiores produtores de petróleo do mundo e auto-suficiente, porque o valor do nosso combustível é mais caro do que nos países para os quais o Brasil exporta?

      Se nossa economia brasileira é baseada na agricultura, porque não temos um investimento forte na modernização deste setor?

      Porque em meio a tantos programas de assistencialismo, não existe UM que forme profissionais para que eles mesmos possam se virar e deixar de precisar dessas ajudas?

      Porque ainda hoje existem escolas caindo aos pedaços e professores fazendo greves por todo país, sendo que o governo insiste em mostrar que a educação no Brasil está a 8 maravilha do mundo?

      Porque ainda deixamos que nos assaltem todos os dias com juros e taxas exorbitantes que na maioria das vezes nem compreendemos o porque estamos pagando?

      Outro ponto importante, é que o Presidente não governa sozinho, portanto o merito ou prejuizo causado ao Brasil não é exclusivamente problema dele. É preciso uma reforma política, uma verdadeira faxina na forma como os governantes tratam assuntos como os citados acima.

      Pensando bem, EU não vivo de esmola, eu PAGO POR ELAS!

  1. Amigo, as greves acontencendo (em São paulo principalmente) que durou 30 dias, não foi noticiada pela maravilhosa mídia #globomente …. porque será que depois de 3 meses do enem ainda estavam falando do sumisso das provas? Melhor cutucar que não lhe convém, ao invés de expor os pais e mães policiais brigando com os pais e mães pofessores, ambos impulsionados pela falta de verba. Cade José Serra, governador de são paulo, nessa hora ?

    Relamente, não entendo porque uma visão privatista de tudo isso mudaria, sendo que o que poderia ser feito em são paulo, não foi. Verifique os principais motivos das greves na época, tudo resultara no nomito do Ilmo. José Serra.

    Porque pagamos tantos impostos, porque engolimos o pedágio em diversos trechos da br que não deveriam nunca acontecer, segundo o própio Serra. Bleh … balela política, apoio imoral e muita semvergonhice de ambos os lados. Mas o lado que perdeu mereceu, era discarado.

    Não é a toa que a Carta Capital (nome de grande prestígio político no Brasil) evidenciou a farça Globo/Serra de objetos arremessados contra ele, para cubrir a sua manipulação.

    Você pode dizer que é esmola, quando nao é beneficiado por elas. O que fazer quando não se tem um pão pra comer?

    Lhe faço um desafio, 1 semana de aulas e 0 reais de alimento. Aposto que aprenderá tudo a partir do segundo dia.
    Antes de profissionais, tem de se nutrir, para voltar a pensar com a cabeça, e não com a barriga.

    Nunca passei fome, mas basta um olhar menos envenenado para notar essas situações. Lamentável críticas aos nordestinos.

    Pesquisas provam que mesmo sem a parcela do norte Dilma ganharia as eleições.

    Defenda seu lado, seja parcial, mas seja também educado.

    • Caro amigo George, não condeno quem se beneficia com o bolsa família, muito pelo contrário, esse tipo de ajuda é importante e também é oferecido por outros países desenvolvidos. Estou falando é que essa ajuda vem sendo vampirizada por políticos e alguns espertalhões e quem paga somos nós. Além de modernizar o voto cabresto através das famílias que o recebem.

      Você me parece uma pessoa exclarecida dos fatos e que busca informação, então pesquise essas palavras “bolsa familia escandalo fraude” nessa ordem e verá do que estou falando.

      Como disse anteriormente a ajuda assistencial brasileira NÃO FORMA CIDADÃOS TRABALHADORES, e sim pessoas dependentes. Apartir do momento que o bolsa família incorporar políticas que visam o desenvolvimento econômico das famílias, aí sim ele será excelente.

      Quanto a passar fome, cheguei bem perto disso quando perdi meu pai aos 10 anos e minha mãe teve que se desdobrar para criar eu, junto com meus 3 irmãos. Sei bem o que é passar dificuldade, mas ao contrário de ficar me fazendo de coitado, fiz como muitos cidadãos honestos e fui a luta, ESTUDEI! Se tenho uma vida melhor hoje foi por conta disso, não porque nasci em berço de ouro. E a propósito, em nenhum momento critiquei os nordestinos, leia com atenção.

      Nunca achei o Serra melhor que a Dilma e em nenhum momento afirmei isso.

      A única chance de mudança ficou no primeiro turno com Marina Silva. Utópico ou não, acho que ela teria plena condição de governar esses país pensando em um futuro, não na reeleição.
      Ela é um exemplo claro de que se o pobre tiver coragem e força de vontade ele pode chegar muito longe. De que sustentabilidade é muito mais do que acender uma fogueira e cantar jambalaia e Marina sabe muito bem disso.

      Agora se todo o problema de taxas do Brasil fossem os pedágios estariamos no céu caro George!rs A carga tributária brasileira chegou a expressiva marca de mais de um trilhão de reais em impostos, somando todos os tributos recolhidos pela União, Estados e Municípios. Você acha que foi só o pedágio em São Paulo?

      Estou anestesiado porque pessoas insistem em votar por puro partidarismo, do que votar em propostas concretas que visam uma melhoria REAL do povo brasileiro.

      Infelizmente hoje, assim como antigamente, o povo vota pelo estômago… me desculpe, mas é verdade!

    • Não sei o que essa notícia, se aplica a minha pessoa George, mas obrigado por se importar com eles, porque eu me importo. Se o governo se preocupasse mesmo, o Brasil seria um país mais digno e com menos problemas sociais.

  2. Ok, vamos as suas palavras: “… o que venceu foi o Bolsa Família, não a Dilma”

    Isto, para minha interpretação, significa dizer que ela comprou votos dando esmola a quem precisava (ou como você disse, ‘modernizou o voto cabresto’). E quem precisava, aposto que você não estava falando dos sacanas que se aproveitam da falta de vistoria do programa, e sim, falava dos nordestinos, maior parte afetada pelo bolsa família.

    Ficam aqui, fatos de que, independente dos que foram saciados pela ‘esmola do governo’, Dilma venceria as eleições.
    http://vendedordebananas.blogspot.com/2010/11/o-pig-e-o-peso-do-nordeste.html
    (blog que acredito que você, blogueiro do jeito que é, deve conhecer também)

    Sobre partidarismo, também detesto. Não há inteligência na obsessão, e conheço militantes PT assim. Nao vejo nexo da mesma forma para os militantes PV, PSDB ….

    pesquisa: “bolsa familia escandalo fraude” … Primeiro link me fala sobre a fraude do Serra que serviu pra se fazer de coitado e parecer menos idiota no twitter.

    Segundo link me fala sobre 1.107 funcionários que fraudaram o bolsa família. OK

    Terceiro link diz: “constatou indícios de fraude no pagamento de cerca de 106 mil benefícios” … OK

    Já no quarto link as coisas mudam de figura…

    Bem, vamos aos numeros: 45 bilhões de pessoas beneficiadas (em 2006)
    107 mil nesses dois relatos significam, segundo meus calculos, 2,38%. Se for isso, show de bola não?… Ah, estadão aponta 3%, em 2009 ….

    O especialista em política social da FGV diz que fraudes na bolsa família são poucas. Bem, acho que meu conceito bate com o dele. O conceito formado pela #globomente e tantas outras palavras PMDBistas deve ser diferente, visto que não fazem noção a quantidade efetivada pela quantidade fraudada.

    Detalhe frisado pelo especialista: “Bolsa-Família é o programa social brasileiro mais bem focalizado nos pobres – no qual o dinheiro chega em maior quantidade às pessoas carentes”

    ( http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,para-especialistas-fraudes-no-bolsa-familia-sao-poucas,367565,0.htm )

    Bem, não quero que isso vire brincadeira de gato e rato. Mas as pesquisas que você me instruiu a fazer provaram que você estava errado (sobre “essa ajuda (que) vem sendo vampirizada por políticos e alguns espertalhões”). Ela (a fraude) existe, mas não é significante para afirmar assim, ao passo que o bolsa família é um sucesso (em relação a essa humilde pesquisada que fiz…). Sucesso visto que nenhum programa funciona corretamente, sei que também que as estatísticas nunca estão sempre certas… em fim, encerremos esse papo, para alguém que se interesse em ler a discussão ja está um tanto quanto instrutivo de ambos os lados.

    É bom ver os posicionamentos de cada um, sempre que estes sejam produtivos. Acredito que até então foi.

    Um abraço.
    George

    • A mídia mostra o que ela quer, cabe a nós filtrar o que é pertinente ou não. Há anos eu não assisto o Jornal Nacional, pois não acredito na Globo, da mesma forma que você.

      Não havia me referênciado ao Nordeste, mas como você citou, inclusive nos links que encontrou, as principais fraudes partiram dos estados nordestinos. Não julgo quem precise da assistência, mas abomino qualquer tipo de corrupção, seja ela pequena ou não.

      Concordo com você George sobre o aspecto do bolsa família ser uma “ajuda” para o povo carente sair da faixa de miséria e poder ter o mínimo de dignidade, mas se um projeto concreto de melhoria de vida para essa população não for estabelecido, eles sempre serão dependentes e por consequência alvos fáceis de políticas eleitoreiras.

      Esse assistencialismo é o primeiro passo para mudar a vida dessas fámílias. Espero que não fique só por aí…

      Gostei muito de nosso papo. É bom conversar e debater com pessoas de opinião.

      Obrigado e um abraço para você também.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s